Chamado de Burger King, Kevin é acusado de ser filmado por um funcionário de restaurante de tapa

Vídeo via TMZ



Embora seja desnecessário dizer, principalmente durante uma pandemia, vale a pena reiterar constantemente que aqueles que tratam os funcionários de fast food como lixo estão entre as piores pessoas neste planeta condenado.

Um vídeo viral que você pode ou não ter visto apresentado em sua linha do tempo sob o título de 'Burger King Kevin' zombeteiro mostra um homem de 21 anos, identificado por TMZ como Austin Addison, repreendendo um funcionário do Burger King no balcão de um restaurante de fast food na área da Pensilvânia antes de dar um tapa nele e sair de cena.

Conheça o Burger King Kevin. pic.twitter.com/ZRi9sVQ1TI

- gregário ️‍ (@mistergeezy) 3 de agosto de 2020



O vídeo, como visto acima, começa no meio de comentários gritados do cliente sobre como uma pessoa não identificada estava se envolvendo em 'roubo e furto de coisas'. O homem então parece fazer referência a outro funcionário do Burger King que não é visto no vídeo, contando o funcionário no balcão antes de esbofeteá-lo dizendo 'ela precisa dar o fora daqui antes que eu a coloque na prisão pelo resto da vida'.

Desde então, Addison foi acusada de assédio, ação criminosa e conduta desordeira. E embora alguns relatórios indiquem que ele foi demitido de um emprego na Harbor Freight Tools devido ao incidente, uma atualização do TMZ esclarece que Addison já não era mais funcionário da empresa na época do tapa do Burger King. Relatórios anteriores também alegaram que Addison havia usado uma linguagem racista durante o incidente, embora o clipe viral não pareça incluir isso.

Resumindo, foda-se esse cara.